chá da monalisa

Ontem eu quase enlouqueci com essa lembrança. Em novembro de 2008, eu passei uma tarde em Amsterdam e, fazendo uma hora na Central Station, descobri uma loja chamada ERICA (!) que vende fitoterápicos e cosméticos naturebas, produtinhos bem-estar e coisas do tipo. No meio da minha inspeção, encontrei uns pacotes de chás e um deles tinha uma etiqueta com o rosto da Monalisa e, dentro dele, umas folhas com aspecto de chá verde misturadas a umas “coisas secas” em tonalidade vermelha. Obviamente, ele foi para a minha cesta (até porque meu namorado é bem fã do Da Vinci e eu comprei também para tirar um sarro) e, depois para o meu baú. O “chá da Monalisa” entrou para a top list. Eu adorava oferecê-lo para quem ia me visitar: era meio piadinha falar “tenho o chá da Monalisa” e depois ver que todo mundo se surpreendia porque ele era também gostoso. Ontem, sabe-se lá por quê, ele invadiu minhas lembranças e fiquei um tempão caçando referências na internet. Hoje, consegui encontrar, mas não uma imagem legal do pacote. Por isso roubei esta que ilustra o post de um site que tem pinturas com esta temática. Encontrei uma descrição também engraçadinha. É ela que deixo registrada aqui:

Mona Lisa Chá Verde
Um chá com um sorriso descontraído. O sabor é excelente! Chá verde com flores rosa e pedaços de morango. Um sabor calmo e suave, delicioso para beber durante todo o dia.


Se um dia você passar pela Central Station, não perca. Ele é bem baratinho, 100g saem por € 2,85.

Deixa um comentário