Silence is golden

Conheci a Mariana assim. Eu, quase na rua/calçada, na frente de uma loja na Vila Madalena, fazendo uma cerimônia do chá. Ela sentada bem pertinho, olhando tudo com muita atenção, com olhos de quem nunca tinha visto uma cerimônia do chá. Geralmente é assim mesmo, muitas pessoas que assistem uma cerimônia do chá é pela primeira vez, mas tentam dar uma disfarçada, fazer cara de que é tudo normal. A Mariana não, ficou de olhos arregalados e puxou papo, queria saber sobre o que estava acontecendo, para que serviam os utensílios.

Muita gente se incomoda com a quebra do silêncio na cerimônia do chá, porque o silêncio é de fato algo importante. Mas eu costumo dizer que é mais importante que o silêncio seja interno, e, se há fala, ela não atrapalha quando dança com os gestos, o movimento da água, apenas compõe. Com a Mariana foi assim.

E daí eu recebo o convite da exposição dela chamada “Silence is Golden”…

Voltamos à primeira frase.

Conheci a Mariana assim. Na feira de chá na Vila Madalena. Eu fazendo cerimônia do chá e dando workshops a convite do Bistrô Ó-Chá, ela vendendo suas gravuras lindas, com bules e xícaras, muitas impressas em papel artesanal.

Dividimos uma mesa entre almoço e sobremesa, e ela me conta então um pouco da sua história: ela havia herdado do pai um kit com todos os objetos de uma cerimônia do chá tradicional japonesa, mas não sabia para o que servia cada um deles, nunca usou, nunca tinha visto uma cerimônia do chá.

Fiquei muito contente de ter feito uma ponte para algo tão precioso ao pai dela, que tinha um grande interesse pela cultura japonesa, e muitos amigos artistas plásticos japoneses da sua geração. Continuamos conversando por chat e ela envia manda fotos antigas preto e branco deles novinhos, seu pai, Aldemir Martins, com a amiga Tomie Ohtake.

Tive vontade de ver mais trabalhos dela, e eles estão exposto no Bistrô Ó-Chá. Tive vontade de conversar mais também sobre o interesse dela por desenhar e pintar bules, xícaras, tigelas e chás – é o que vamos fazer no dia 21 de outubro, às 19h, em uma conversa lá no Bistrô sobre como o chá inspira nossa criação artística.

Convido vocês para estarem com a gente 🙂

Comentários

Um comentário em Silence is golden

  1. ANA FERREIRA disse:

    Que bacana! Conheci seu site hoje e adorei! Parabéns!

Deixa um comentário