Tealosophy em Palermo

clique aqui para dar uma voltinha na Tealosophy de Palermo!

Conhecer a loja Tealosophy (Galeria Paul, Palermo), de Inés Berton, foi como entrar em um templo sagrado. Acho que pedi para abrir mais da metade das latas de chás, fui conhecendo os blends e suas histórias – contando sempre com a paciência de Juan, que registrou toda a visita.

Além do White Silver Needles, escolhi o house blend, que é chamado de Blue Earl Grey e é composto por chá preto, óleo de bergamota e lavanda do sul da França. Para ser tomado com leite e um pouco de açúcar. Entrar no mundo de Inés Berton é algo mágico, nos permite estar em contato com sua sensibilidade através das misturas feitas por ela: o Royal Fruit, por exemplo, foi criado para Alex Atala. Tem como base chá preto, manga, papaya, pêssego, pétalas de girassol e hibisco. O My Patagônia é um desejo autóctone, leva em sua mistura doce de leite (eu já torci o nariz, mas confesso ter adorado os blends por ela criados com doce de leite). O Cornelia Mood foi o primeiro blend criado por Inés, bastante nostálgico, traz uma mistura de flores e frutas (pomelo, manga, pétalas de girassol e hibisco), além de carregar o nome da rua em que ela já morou em NY. Gostei também do Green Geishas, que foi o presente que dei a Juan e Patrícia, um delicioso chá verde com pinha, abacaxi e maracujá! Além das clássicas latinhas marrom (uma lata de 60g sai por 48 pesos, bem acessível), vale a pena colocar na wish list o pu ehr (10 pesos cada bloquinho, que rende 4 xícaras de chá) e o Marie Antoinette, o clássico chazinho de flor, dispostos como bombons no balcão principal da loja (20 pesos cada um) – eu me arrependi de não ter comprado.

A loja ainda vende amostras que são simpáticos presentes, sirops para cozinhar, geleinhas e têm pedaços do mundo em forma de bules, fotos, objetos e, obviamente, de aromas do mundo todo.

Dicas resumidas e simples da Tealosophy

A simplicidade de um bom chá

Para uma chaleira:

Esquentar a água até alguns segundos antes de sua ebulição.

Calcular uma colher de chá por pessoa.

No caso dos chás verdes, deixe a água repousar por um minuto para que as folhas não se queimem.

Os chás pretos, o tempo correto para ele são três minutos.

Coloque uma boa música e desfrute.

 

Comentários

6 comentários em Tealosophy em Palermo

  1. Jonatha Arruda disse:

    Olá,bom dia!

    Sou de Porto Alegre/RS,minha namorada e eu somos apaixonados por chás e costumamos solicitar que nossos amigos tragam chás de vários lugares do mundo. Planejo para o aniversário dela em setembro uma cesta de chás e outros mimos que amamos, porém, um dos itens que quero acrescentar não estou encontrando que é o livro “Tiempo de Té” da Inés Berton.Podem me ajudar? ficarei grato,parabéns pelo site e abraço.

  2. DAVID AZOLIN DA SILVA disse:

    gostaria de saber como posso comprar cha tealosophy no brasil. obrigado
    David

    • admin disse:

      David, infelizmente, não conheço nenhum local no Brasil para comprar chás da Tealosophy, mas posso recomendar duas marcas cujos blends foram desenhados pela Inés Berton: inti.zen e Chamana, que são encontrados em bons empórios de importados como a Casa Santa Luzia (SP). Beijos, Erika

  3. cristina disse:

    A Tealosophy em Palermo é um encanto. A loja, e a história de Ines Berton enriquecem o encontro com chás maravilhosos, uma experiencia diferenciada. Blends de sensibilidade e bom gosto. Díficil é escolher.

  4. Rebeca disse:

    maravilindo!! estou muito empolgada em conhecer esse lugar em breve!!

Deixa um comentário