você mantém sua água quente?

A garota Inés achava que ia ser artista. E pequena, aos dez anos, por aí, começou a fazer aulas de pintura. Seu avô lhe presenteou com vários tubos vazio, dizendo que a garota poderia se considerar uma pintora depois de criar suas próprias cores e com elas desenhar seus quadros. Misturando branco e gris, buscando a cor do líquido turvo que preenchia seu banho, ela criou sua primeira cor: “água quente”. Depois de tentar ser pintora, ela quis aprender a fazer perfumes. Insistiu na arte. Foi no subsolo do Guggenheim, em NY, que ela encontrou uma loja de chás onde arriscava fazer suas misturas. E assim foi.

A água quente continua sendo o que mais alimenta sua alma.

Deixa um comentário