CHÁ

Tecnicamente, só é considerado chá o que é feito a partir de folhas camellia sinensis, planta nativa do sul da China e do sudeste da Ásia. Ou seja, verde, preto, branco, oolong, puer. Esses diversos tipos de chás diferem entre si pela plantação, colheita e processo de oxidação da planta, que confere sabor e cor característicos aos produtos.

No Brasil, usamos a palavra “chá” para designar qualquer bebida quente feita com folhas e flores. No blog, há informações sobre chás, mas também chás aromatizados (mistura de camellia sinensis com outras flores e frutas) e infusões (feitas a partir mate, rooibos e outras ervas/plantas).

Eu considero chá uma bebida que pode proporcionar uma experiência sensorial e gustativa, tanto como pesquisa técnica quanto no desenvolvimento pessoal, em momentos introspectivos ou no convívio social.

A proposta dos posts do blog Cerimônia do Chá é abordar o chá em todos esses aspectos, enfatizando a dimensão da experiência do ponto de vista sensorial, afetivo e cultural. Os aspectos técnicos são necessários para que se possa preparar um bom chá e extrair dele o melhor sabor, mas não serão aqui tratados de forma aprofundada.

Para ter mais conhecimento técnico, recomendo a leitura do blog da respeitada especialista em chás Yuri Hayashi: Chá Arte e Vida!, que tem um excelente artigo sobre classificação sobre chás e infusões.

CRÉDITO/FOTO: Ayumi Anraku / chazal da família Shimada em Registro (2016)