chá gelado 1: earl grey Wilkin & Sons

Foi lendo um post sobre a degustação do Earl Grey da Wilkin & Sons no blog da Yuri Hayashi – Chá, Arte e Vida – e concordando com sua opinião sobre o fato de o sabor do chá não ter a bergamota tão presente (ela aparece principalmente no aroma), que resolvi fazer um teste… Como eu tinha uma caixa do mesmo chá e exatamente da mesma marca completamente encostado (porque eu sinceramente não tinha gostado do chá, ou pelo menos não assimilava o seu sabor como o de um bom earl grey, que é um dos meus favoritos), decidi “gastar” alguns saquinhos preparando chá gelado.

A minha experiência em preparar chás que gosto muito e deixá-los gelar nem sempre é das mais bem sucedidas. Já fiz isso com o Casablanca, da Mariage Frères, mas achei que, ao deixar a bebida gelando, o gosto do hortelã ficou forte e o chá perfumado demais. Foi uma decepção!

(vou tentar de novo, quem sabe eu mudo de ideia)

Preparei o chá em duas etapas para render um litro. E deu supercerto. Da primeira vez, eu deixei 2 saquinhos em cerca de 0,5 litro de água recém-fervida durante 3 minutos. Para a segunda leva, coloquei a mesma quantidade de água (na mesma temperatura) e deixei a infusão até atingir a mesma cor (esta da foto) do chá anteriormente preparado. Para garantir que todo mundo bebesse do mesmo chá, com o mesmo sabor, juntei todo o líquido em uma jarra maior, de 1 litro, e coloquei no freezer por algum tempo.

O resultado foi surpreendente: bem melhor gelado do que o mesmo chá quente. Como já havia observado a Yuri em seu post (e eu também das vezes em que fiz o mesmo chá), o sabor da bergamota é quase imperceptível. Quando tomamos o mesmo chá gelado, no entanto, é exatamente esse quase imperceptível é que dá uma graça ao que poderia ser um chá preto comum.

O experimento com o earl grey aconteceu no final de semana. Como estou de mudança, resolvi reunir algumas amigas em casa para receber uma energia extra para me dar força para encaixotar as coisas. O domingo estava quente e achei que um chá gelado cairia muito bem… É claro que degustamos alguns quentes também e todos foram aprovados. Prometo contar tudo nos próximos posts.

O que fica desta experiência, além de agradar o paladar das amigas (e o meu) e aprender a aproveitar um chá que eu não tinha gostado tanto (e que estava morrendo de pena de deixá-lo estragar ou simplesmente jogar o pacote fora), foi estabelecer uma troca com outro blog cujo tema principal é chá. Como são muito raros os que fazem isso com seriedade, me senti muito cúmplice da Yuri nesta experiência.

Espero trocar mais figurinhas com estas e outras companheiras de xícara.

Yuri, muito obrigada pela inspiração!

Comentários

Deixa um comentário em chá gelado 1: earl grey Wilkin & Sons

  1. Yuri disse:

    Oi, Erika!!!
    Poxa, deve ter ficado uma delícia, deu sede só de ver, hehehe…
    Mas é isso mesmo o que eu faço com chá que eu acho “ruim”, enfio na geladeira. Se é daqueles que tem gosto de gelatina então, coloco até açúcar e no fim fica melhor do que um suco artificial.
    Adorei a troca de figurinhas! E tenho certeza que nos inspiraremos muito daqui pra frente!

    Beijão!
    Yuri

Deixa um comentário