Cerimônia do Chá

Tudo sobre chás! Veja como preparar os melhores, mais conhecidos e saudáveis!

A Cerimônia do Chá Japonesa

A cerimônia do chá japonesa é chamada de Chanoyu, Sado ou simplesmente Ocha em japonês. É um ritual coreográfico de preparação e serviço do chá verde japonês, denominado Matcha, juntamente com os tradicionais doces japoneses para equilibrar com o sabor amargo do chá. 

Preparar o chá nesta cerimônia significa dedicar toda a atenção aos movimentos predefinidos. Todo o processo não é sobre apenas beber chá, mas também sobre estética e como preparar uma tigela de chá com o coração. 

O anfitrião da cerimônia sempre considera os convidados em cada movimento e gesto. Até a colocação dos utensílios de chá é considerada do ponto de vista (ângulo) dos convidados, principalmente dos convidados principais, chamados de Shokyaku.

O que é a cerimônia do chá Japonesa?

A cerimônia do chá japonesa é um passatempo artístico exclusivo do Japão, que consiste em servir e beber Matcha, um chá verde japonês em pó. Embora o chá verde japonês tenha sido introduzido no Japão pela China por volta do século 8, o chá verde em pó Matcha não chegou ao Japão até o final do século 12. 

A prática de realizar reuniões sociais para beber Matcha espalhou-se entre a classe alta por volta do século XIV. Aos poucos, um dos principais objetivos desses encontros, que aconteceram em uma Shoin (sala de estudos), passou a ser a valorização da pintura e do artesanato chinês em um ambiente sereno. 

Tendo testemunhado ou participado da cerimônia do chá japonesa apenas uma vez, a pessoa compreenderá que, no Japão, servir chá é uma arte e uma disciplina espiritual. Como uma arte, a Cerimônia do Chá é uma ocasião para apreciar a simplicidade do design da sala de chá, a sensação do Chawan na mão, a companhia de amigos e simplesmente um momento de pureza. Como disciplina, é necessária a contemplação estética dos arranjos florais, da cerâmica, da caligrafia e das raízes da Cerimônia do Chá, que remontam ao século XII. 

A preparação do ritual exige que o anfitrião do chá saiba preparar uma refeição especial (Kaiseki), como organizar as flores que serão colocadas na alcova (Tokonoma). Ao escolher utensílios e outros recipientes, o anfitrião (Teishu) deve considerar a classe e o tipo para ter certeza de que eles se destacarão.

Qual o Objetivo da Cerimônia do Chá?

O objetivo da cerimônia do chá japonesa é criar uma comunicação descontraída entre o anfitrião e seus convidados. É baseado em parte na etiqueta de servir chá (Temae), mas também inclui as conexões íntimas com arquitetura, paisagismo, utensílios de chá exclusivos, pinturas, arranjos de flores, cerâmica, caligrafia, Budismo Zen e todos os outros elementos que coexistem em relação harmoniosa com a cerimônia. Seu objetivo final é a obtenção de profunda satisfação espiritual por meio da ingestão de chá e da contemplação silenciosa. 

Por outro lado, a cerimônia do chá japonesa é simplesmente um entretenimento onde os convidados são convidados a tomar o chá em um ambiente agradável e relaxante. Os laços de amizade entre o anfitrião e os convidados são fortalecidos durante a cerimônia, quando o próprio anfitrião prepara e serve o chá.

Teorias sobre a cerimônia do chá do Japão

O Estilo de Vida do Chá

Fora do Japão, a preparação do chá verde japonês em pó é conhecida como “A Cerimônia do Chá Japonesa”. Os japoneses se referem a ele como “Chanoyu”, que pode ser traduzido literalmente como “água quente para o chá”, Chado ou Sado se traduz como “a maneira do chá” como dedicar um tempo totalmente ao estudo e à prática da cerimônia do chá japonesa. 

O entendimento ocidental de “uma cerimônia” é um conjunto de atos formais, freqüentemente fixos e tradicionais, realizados em importantes ocasiões sociais ou religiosas. No entanto, em vez de fixa, a Cerimônia do Chá Japonesa tem flexibilidade, já que cada ocasião e estação do ano exigem preparações especiais e exclusivas, escolha de utensílios, escolha de flores para o arranjo, um pergaminho pendurado para descrever o tipo de reunião do chá e o objetivo do hospedeiro. 

E mais do que religioso, poderia ser melhor explicado que o anfitrião fará o melhor que puder estudando todos os aspectos relacionados, como caligrafia, arranjo de flores, culinária, uso de quimono, cerâmica e muito mais. Portanto, seria mais adequado chamá-lo de “O Lifestyle do Chá”, pois se referiria a um modo de vida, ou um estilo de vida em devoção a preparar a melhor tigela de chá verde em pó para os convidados. O lifestyle do Chá é uma forma sutilmente variável de comungar com a natureza e com os amigos. 

Profundamente enraizado na filosofia Zen chinesa, é uma forma de se retirar dos assuntos mundanos da vida cotidiana e alcançar, mesmo que apenas por um tempo, serenidade e paz interior.